terça-feira, 4 de julho de 2017

A Regulamentação do motofrete aproxima-se da realidade e traz benefícios para todos


Ela é o único caminho para que os motociclistas profissionais tenham uma categoria forte, respeitada e com mais direitos.

E diferente do que falam, andar dentro da Lei Federal 12009 só traz benefícios, além de ser simples, rápido e um investimento que dá retorno, pois as empresas que pagam todos os benefícios da categoria atualmente só contratam quem está dentro da lei.

Veja o passo a passo

1º) Matricule-se em uma instituição de ensino credenciada pelo Detran.SP nas unidades mais próximas do Sest Senat (curso pago) ou CET (curso grátis) apresentando os documentos exigidos.

2º) Após aprovação no curso e com o Certificado em mãos ir até o Detran.SP ou Poupatempo para conferência e inserção de "Motofretista" na CNH.

3º) Com a CNH alterada, ir ao DTP para providenciar o Condumoto e Licença Motofrete na Rua Joaquim Carlos, 675 - Pari.

Documentos para o Curso

- uma foto 2×2 colorida e recente
- certidão original de prontuário do Detran para fins de direito (retirar no Ciretran da cidade onde foi emitida a CNH ou no Poupatempo)
- cópia da CNH aumentada 130%
- certidão original de distribuição criminal (retirada no fórum da cidade onde foi emitida a CNH)

Requisitos

- Ter 21 anos completos
- Habilitação há dois anos na categoria "A"
- Não estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir ou ter cassação da CNH decorrente de crime de trânsito ou estar impedido judicialmente de exercer seus direitos.

Mais informações no SindimotoSP de segunda a sexta-feira das 8 às 17hs - Rua Dr Eurico Rangel, 58 / Brooklin Novo - SP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário