segunda-feira, 6 de março de 2017

Motocicleta e álcool não combinam


O número de acidentes fatais com motociclistas alcoolizados aumentou cerca de 10% nesse ano e continua crescendo. Dos motociclistas que morreram de acidente após uso de álcool, cerca de 83% eram do sexo masculino. Beber e conduzir são práticas cada vez mais comuns entre motociclistas dado o stress do dia a dia. Em blitz realizadas pela Lei Seca, cerca de 87% dos condutores são flagrados em estado alcoolizado.

A Abraciclo e o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina  da Universidade de São Paulo (FMUSP) realizaram estudo pioneiro na América Latina, com o intuito de elucidar as reais causas dos acidentes de trânsito envolvendo motociclistas.

A pesquisa “Causas de Acidentes com Motociclistas” apontou dados que foram coletados durante três meses por equipes especializadas (Polícias Militar, Corpo de Bombeiros, peritos, médicos e agentes da CET), que atenderam 326 vítimas nas unidades hospitalares da Zona Oeste da cidade de São Paulo. Esse levantamento mostrou que o consumo de álcool foi responsável por 7,1%.



Nenhum comentário:

Postar um comentário