sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Mais de 40% dos brasileiros não se preparam para aposentadoria, diz SPC Brasil

Segundo pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 43,6% entre os entrevistados que disseram não se preocupar com aposentadoria pertencem às classes C, D e E. Essa é uma realidade que atinge milhares de motociclistas profissionais que trabalham em empresas clandestinas, são autônomos ou trabalham por conta própria, mas que deixam de recolher o INSS.

Alguns fatores são: nunca sobra dinheiro, acreditam ser cedo para pensar nisso e que não sabem como fazer. O pensamento no presente de não querer recolher o INSS será refletido negativamente no futuro quando o profissional buscar aposentadoria. Ela será negada porque não há contribuição mínima, entre outras exigências. Mesmo com as mudanças que estão chegando para à aposentadoria, ter alguma coisa é melhor do que nada quando a idade chegar.

O SindimotoSP disponibiliza toda terça-feira um advogado, o Dr José Eduardo, especialista em INSS das 14 às 17 hs para todas as dúvidas em relação ao assunto, entre eles, Auxílio-doença, Auxílio-acidente, Auxílio-reclusão, Pensão por morte ou EspecialSalário-família, Salário-maternidade, aposentadoria especial, Benefícios assistenciais e de legislação específica, Benefício assistencial ao idoso e à pessoa com deficiência (BPC/LOAS).



Nenhum comentário:

Postar um comentário