quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Motociclistas morrem 4 vezes mais no trânsito de SP do que motoristas de carros

Apesar de frota de motocicletas ser inferior a de automóveis, motociclistas seguem sofrendo mais acidentes fatais.

De acordo com os dados recentes do Infosiga SP, 1.765 motociclistas morreram no trânsito contra 1.474 motoristas de automóveis, em 2015. Os números parecem semelhantes, mas estão longe disso, já que a quantidade de motocicletas no Estado é quase quatro vezes inferior à de carros – 5.119.812 contra 19.855.940. Os dados de 2016 estão sendo finalizados.

Mesmo com a redução de velocidade nas vias paulistas, principalmente ano passado - na gestão Haddad, as mortes de motociclistas não diminuíram porque quem anda de motocicleta continua sendo a principal vítima no trânsito. Outros fatores como álcool, drogas, imprudência, buracos, vias com sinalização precária, contribuem para os acidentes.

Por isso o SindimotoSP pede políticas públicas urgentes para a questão e sugere:

1. regulamentação de corredores virtuais 
2. qualificação de motociclistas profissionais
3. criação de faixas de segurança para motociclistas
4. produção de programas de segurança para mobilidade dos motociclistas 
5. estabelecimento de calendário de campanhas de educação, orientação e prevenção de acidentes

Nenhum comentário:

Postar um comentário