terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Desde 2013 projeto de lei para criar faixa exclusiva para motos está parado

A Câmara dos Deputados Federais (ainda?) estuda projeto que obriga os órgãos municipais de trânsito a reservar faixa ou pista exclusiva para a circulação de motocicletas nas vias com tráfego pesado. O texto altera o Código de Trânsito Brasileiro, mas, também, ao mesmo tempo que promete aumentar a segurança do motociclista, também pune no caso da motocicleta andar fora da faixa exclusiva com infração grave. O condutor ainda será punido com multa. 

O texto também deixa clara a responsabilidade do órgão municipal de “planejar, projetar, regulamentar, implantar e operar” esquemas especiais de circulação em vias com elevado volume de tráfego, para melhorar a segurança do trânsito.
Recentemente, o SindimotoSP esteve com Neiva Aparecida Dorreti, vice-Presidente do DetranSP que responde atualmente pela presidência, e Frederico Pierotti Arantes, presidente do CetranSP, para tratar sobre a regulamentação do motofrete em todo estado. 
Na ocasião também falou-se sobre as motofaixas e formas para que o motociclista tenha segurança aumentada no exercício da profissão e não restrições ou punições, afinal de contas, quem anda de moto na cidade é vítima não exatamente o maior causador de acidentes.
Leia mais aqui sobre o assunto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário