sexta-feira, 8 de julho de 2016

Lá em Brasília, senadores querem criar novas leis para motociclistas. "Eles estão de brincadeira"... só pode ser!

Proibição de trafegar entre corredores, limitar velocidade e cilindrada da moto, além de obrigar uso de pneu próprio para chuva são algumas das leis que os senadores querem aprovar em PLS 82/2011.
Por isso, o presidente Gil esteve em audiência da Comissão de Direitos Humanos (CDH) no Senado Federal, em Brasília, e rebateu veementemente o projeto que pretende alterar a regulamentação da atividade de motofrete complicando mais ainda à vida do profissional que atua no setor.


O que prevê o PLS 82/2011

1- Proibição de trafegar nos corredores entre os carros.
2- Limitação da velocidade máxima a 60 Km p/h.
3- Limite de 200 cilindradas para o motor dos veículos.
4- Obrigatoriedade de uso de pneus de chuva

O que diz o SindimotoSP

  1. Existe veto no CTB liberando tráfego de motocicletas nesse espaço. Além disso, não há estatísticas oficiais que os acidentes acontecem ali, sem falar que, caso haja a proibição, a categoria perderá agilidade e rapidez na entrega, o que levaria à profissão a extinção.
  2. Já existe limitação de velocidades em várias cidades que são exigidas pela administração municipal que conhece a realidade de seu trânsito.
  3. Motos de maior cilindrada são mais seguras e modernas. Seria retrocesso diminuir para essa potência.
  4. Pneu de chuva é inviável porque as motos circulam em variados tipos de terreno e situação.
NÓS QUEREMOS É A FISCALIZAÇÃO, DIVULGAÇÃO E EFETIVAÇÃO DA LEI FEDERAL 12009 EM TODOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS E APOSENTADORIA ESPECIAL PARA MOTOCICLISTA PROFISSIONAL.

Leia mais aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário