quinta-feira, 7 de julho de 2016

Diversas mudanças no Código de Trânsito Brasileiro estão chegando, entre elas, o aumento dos valores das multas aplicadas por infrações de trânsito.


Essas mudanças valem a partir de novembro.

- Leves: passarão de R$ 53,20 para R$ 88,38 (3 pontos);
- Médias: passarão de R$ 85,13 para R$ 130,16 (4 pontos);
- Graves: passarão de R$ 127,69 para R$ 195,23 (5 pontos);
- Gravíssimas: passarão de R$ 191,54 para R$ 293,47 (7 pontos).

Outras alterações:

Celular: conforme o texto, quem falar ao celular ou manusear o equipamento enquanto estiver dirigindo cometerá infração gravíssima, terá multa no valor de R$ 293,47 e 7 pontos na CNH.

Estacionamento: para quem estacionar irregularmente em vagas destinadas a pessoas com deficiência, também cometerá infração gravíssima, receberá multa de R$ 293,47 e 7 pontos na CNH, além de ter o veículo removido. 

Álcool e drogas: quem se envolver em acidente e se negar a fazer o teste do bafômetro, exame clínico ou perícia para identificar consumo de álcool ou drogas, entra em infração gravíssima e a multa será acrescida de dez vezes o valor original totalizando R$ 2.934,70. Também terá o direito de dirigir suspenso por um ano.

Suspensão do direito de dirigir 

O novo texto ampliou, ainda, os prazos mínimos de suspensão do direito de dirigir. Por exemplo, o motorista que somar 20 pontos da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) no período de um ano, ficará de seis meses a um ano sem poder conduzir um veículo. Se houver reincidência no período de 12 meses, perderá esse direito por, no mínimo, oito meses e, no máximo, dois anos. Antes, os tempos mínimos eram de um mês e, para reincidentes, de seis meses. Para as infrações que preveem, como punição, a suspensão do direito de dirigir, o prazo será de seis meses a um ano. Se houver reincidência em 12 meses, a suspensão vigorará de oito meses a um ano e meio. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário