sexta-feira, 3 de junho de 2016

Estatísticas comprovam aumento da arrecadação com multas de trânsito na cidade de São Paulo. Arrecadação milionária sem explicação de destino da verba gera ação da Justiça

Em 2015, as multas renderam R$ 988 milhões, cerca de 10% mais que os R$ 899 milhões de 2014. No primeiro semestre de 2015 foram registradas 12,1 milhões de multas na cidade de São Paulo. O número é 8,2% superior ao de autuações feitas em todo o ano de 2014. Em comparação a 2014, houve um aumento de 595% nas infrações. A maior parte das autuações, 11,9 milhões, foram emitidas pela CET.
O uso da verba pela prefeitura foi tema de recente polêmica. Uma decisão da 5ª Vara de Fazenda Pública proibiu a Prefeitura de São Paulo de custear a CET com a verba das multas. A ação foi ajuizada pelo promotor de Justiça Marcelo Milani, que alegou que a Prefeitura não explicou como usava o dinheiro das multas e que a verba, ainda passava por seis contas bancárias, em vez de uma, como prevê a legislação municipal. Dessa forma, segundo Milani, ficava impossível acompanhar se o dinheiro era aplicado no que prevê o Código de Trânsito Brasileiro, ou seja, em ações como sinalização, policiamento no trânsito e educação dos motoristas.
           
 Motociclista profissional toma 7 multas em 2015
Alan Silva está com dificuldades para exercer a profissão de motociclista profissional devido a multas recebidas em 2015, logo depois da redução de velocidade nas vias expressas da cidade. O caso dele é apenas mais um dos inúmeros que chegam ao SindimotoSP todos os dias. "Não sei o que fazer, tomei todas essas multas porque não houve aviso prévio da prefeitura, inclusive, uma chegou até antes das placas colocadas com mais visibilidade na Marginal Pinheiros", disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário