quarta-feira, 11 de maio de 2016

Promot M4 quer menor emissão de poluição no segmento de duas rodas em 2016

As exigências para contenção da poluição que motos carburadas emitem estão maiores devido a segunda fase do Promot M4, que entrou em vigor em janeiro último.

 

As exigências para contenção da poluição que motos carburadas emitem estão maiores devido a segunda fase do Promot M4, que entrou em vigor em janeiro último.
Esse ano, o Programa do Conama / Ministério do Meio Ambiente, de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares, passará a fazer com que as emissões oriundas do segmento de duas rodas sigam as determinações estipuladas pelo Euro 4.
Para se ter uma ideia, no Brasil, o motofretista roda mais de 20 mil km/ano, se a moto ainda for carburada, a emissão de poluentes é maior que de um carro.
Somente na cidade de São Paulo há registro de cerca de 220 mil veículos de motofrete e não se sabe quantas ainda tem o antigo carburador, isso sem contar as "cabritinhas" que não cumprem suas obrigações legais mínimas e permanecem na clandestinidade, rodando e poluindo.
Estudos também indicam que na capital, por exemplo, a poluição do ar mata mais pessoas do que acidentes de trânsito.  A cidade tem duas vezes mais poluição do que o recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O preço por isso é pago com aumento nos atendimentos no SUS e nos hospitais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário