segunda-feira, 2 de maio de 2016

Motociclistas profissionais comentam sobre crise financeira e política que o Brasil enfrenta

"Diversos companheiros estão em dificuldades e dizendo que o serviço caiu muito, tanto no esporádico quanto no contrato e registrado. Acho que essa crise vai demorar para passar."
Marcos Oliveira
"Empresas e serviços estão caindo e consequentemente estamos sendo mandado embora. É preciso resolver urgente esse problema político para o Brasil voltar a andar."
Genivaldo X. dos Santos


"Com a crise financeira as empresas estão sendo prejudicadas e elas precisam de incentivos, descontos ou algo que as ajude para que possam manter nossos empregos."
Luis Cardoso
"Nunca vi uma situação assim. Meus pais estão desempregados e tenho que redobrar a ajuda em casa. Também tem vários motociclistas profissionais parados."
Alexsander de A. Redigulo
"Trabalhava há anos na mesma empresa e ao reivindicar meus direitos, fui mandado embora. Me disseram que era a crise, pode até ser porque a coisa tá feia, mas agora com essa onda de desemprego, não sei quando volto a trabalhar."
Leandro J. da Silva
"Agora que fiquei desempregado, darei entrada no seguro-desemprego e buscarei outra oportunidade de trabalho. Essa crise é culpa do governo federal por conta da corrupção que atingiu todo o país e está nos prejudicando."
Diego Luis C. Buani

"A crise faz com que as empresas briguem cada vez mais entre si, baixando o preço do contrato e, automaticamente, nossos salários. Isso faz com que nossos rendimentos caiam. Acabamos recebendo só o piso e benefícios."
Alex Ribeiro
"Fui mandado embora e, com essa crise e muitos amigos desempregados aqui em São Paulo, vou para o interior de São Paulo morar com minha mãe. Lá a concorrência é menor e pode ser que encontre um trabalho de motofretista mais rápido."
André de S. Silva
























Nenhum comentário:

Postar um comentário