quarta-feira, 11 de maio de 2016

Gil – presidente do SindimotoSP – apresentou reivindicações do setor de motofrete para o Dr Luiz Claudio Marcolino – Superintendente Regional do Trabalho e Emprego de São Paulo


Como representante dos motociclistas profissionais do Estado de SP, o presidente Gil reivindicou:

1.    Regularização das empresas de aplicativo que atuam no setor.
2.    Formalização de empregos no regime celetista.
3.    Segurança do motociclista profissional na execução de seu ofício.
4.    Cursos gratuitos 30 horas obrigatório do Contran.
5.    Obrigatoriedade do uso de equipamentos de segurança.
6.    Pagamento da periculosidade para quem trabalha com motocicleta.

 O SindimotoSP participa de um Grupo de Trabalho que tem abrangência federal para propor melhorias no setor de motofrete em todo Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário