segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Ministério Público acusa Haddad de ter fraudado licitação em construção de ciclovia, disse reportagem do Diário de SP no sábado dia 22 de fevereiro.

Leia AQUI, texto sobre o assunto.

Agora o MP pede a anulação dos contratos, feitos em 2014, e a devolução de R$ 54,7 milhões aos cofres públicos. O que também inclui possível devolução de bens adquiridos de forma ilícita, perda de função pública, suspensão de direitos políticos de cinco a oito anos, etc. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário