quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Hato e Telhada ainda querem fim da garupa e número da placa no capacete. SindimotoSP continua dizendo NÃO!

Mesmo com veto do governador Geraldo Alckmim, os deputados estaduais Jooji Hato e coronel Telhada não desistiram dos projetos de lei e ainda querem aprovação de ambos.

O que o deputado estadual Jooji Hato quer aprovar no PL 71/2013

  • Proibir garupa e obrigar uso do número da placa da moto no capacete e colete. Em ambos os casos, a multa com valor seria de R$ 130 e também haveria pontuação na CNH. Nesses dois casos, definição precisaria vir do Contran/Denatran, que legislam sobre o assunto.
O que o deputado estadual coronel Telhada quer aprovar no PL 1645/2015.

  • Obrigar uso do número da placa da moto no capacete. Caso flagrados, os motociclistas pagariam multa de R$ 300 e teriam o veículo apreendido. Em caso de reincidência o valor da multa dobraria e o veículo seria novamente apreendido. Também haveria pontuação na CNH. Nesses casos, definição teria que vir também do Contran/Denatran, que legislam sobre o assunto.

O SindimotoSP  continua dizendo NÃO!

Não é possível que os deputados levem isso adiante, porque isso iria onerar em muito os motociclistas e não resolveria o problema dos assaltos, a solução é uma política pública própria para isso, como mais policiamento nas ruas e equipes treinadas com motos mais potentes para coibir assaltos realizados com outras motos, defende o companheiro Gil - presidente do SindimotoSP.



Nenhum comentário:

Postar um comentário