quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Segurança no trânsito para motociclistas: saúde pública, SUS e vítimas de acidentes de moto no Brasil

Motociclista: conscientize-se, faça sua parte e pratique direção segura. O SindimotoSP apóia campanhas educativas de trânsito e redução de acidentes.


O aumento nas vendas de motos nos últimos anos, na média geral, atingiu pico de 20% e continua em ritmo acelerado, apesar da crise nesse ano. Porém, se a frota de motocicletas cresceu quase 500% nesse período, as mortes de motociclistas também: 610%.

Mas, esse não é o único dado triste. Além da alta letalidade, os acidentes de moto geralmente levam a ferimentos graves e deixam entre 20 e 25 feridos para cada morto, resultando em mais de 200 mil pessoas por ano segundo estimativa do Sistema Único de Saúde (SUS).

Em cerca de 30% dos casos, as vítimas ficam com sequelas para toda a vida. Como consequência, o custo dos acidentes para o SUS é milionário, com reflexos nas contas da Previdência Social, que tem que pagar pelos dias de afastamento do trabalhador e, também, aposentadorias por invalidez.


Para mudar isso, é preciso união de forças entre governos, instituições do setor de duas rodas e a colaboração do próprio motociclista. Só assim, podemos obter vitórias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário