terça-feira, 21 de julho de 2015

Seja você a mudança no trânsito!

A Semana Nacional de Trânsito de 2015, que ocorrerá entre os dias 18 e 25 de setembro, terá como tema central a “Década Mundial de Ações para a Segurança no Trânsito – 2011/2020: Seja você a mudança no trânsito”. Uma temática bem oportuna e que faz um convite à reflexão. Imprudência, falta de respeito à sinalização e outros comportamentos que não condizem com a boa fluidez e segurança no trânsito, infelizmente, fazem parte do cotidiano de muitos motoristas e, claro, dos motoboys também. A culpa por um acidente ou uma manobra perigosa sempre é “terceirizada”, dos outros. É justamente aí que o tema da Semana Nacional de Trânsito vem bem a calhar: você é a mudança no trânsito! Como?

Ora, você pode nem perceber, mas pequenas atitudes fazem uma grande diferença. O trânsito é uma extensão da vida cotidiana. Assim como um bom cidadão respeita as leis, o bom motorista deve respeitar a sinalização, o limite de velocidade das vias e o espaço dos outros motoristas e também dos pedestres. “Ah, mas eu tenho um horário para fazer esta entrega”, você pode argumentar. Ok, tudo bem, mas nem por isso você vai guiar a sua “magrela” que nem um doido por aí!

Antes de tudo, lembre-se da sua própria segurança. A pressa é inimiga da perfeição e é melhor entregar com atraso do que não entregar... Não é mesmo?

Então, o que é que você tem feito para ser a mudança no trânsito? Você, por exemplo, usa adequadamente os equipamentos de segurança como o capacete, roupas apropriadas (jaquetas, luvas e calças de materiais resistentes)? A viseira do seu capacete está limpa? Pode parecer bobagem, mas essas coisas podem significar a diferença entre uma boa condução e um tombo. A calibragem dos pneus e o nível do óleo estão em dia? E os freios? Todos esses pontos, unicamente referente à moto em si, tem de estar em dia para o bom funcionamento do equipamento a fim de evitar surpresas. Além disso, claro, é preciso respeitar a sinalização, respeitar a faixa de pedestre (ah, lembre que a calçada é de uso exclusivo do pedestre e não um atalho para ganhar tempo), evitar ultrapassar carros e ônibus pela direita e sempre fugir do “corredor” quando possível.

Viu? Só neste texto foram enumeradas várias medidas que podem fazer toda a diferença para a boa fluidez de um trânsito e sua segurança no ir e vir. Então, como propõe o tema da Semana Nacional de Trânsito, seja você a mudança no trânsito e não se esqueça que, em caso de acidente, o Seguro DPVAT estará ao seu lado!

Para solicitar a indenização do Seguro DPVAT basta seguir três passos:

1 - Escolher um ponto oficial de atendimento. A listagem completa por cidade pode ser acessada pelo site www.dpvatsegurodotransito.com.br ou pelo telefone 0800 022 1204. Lembre-se: as agências próprias dos Correios também recebem gratuitamente pedidos de indenização do Seguro DPVAT.

2 – Reunir a documentação necessária de acordo com a cobertura – morte, invalidez permanente ou reembolso de despesas médicas e hospitalares .

3 – Preencher o pedido de indenização em um ponto oficial de atendimento e entregar a documentação.

O pedido vai gerar um número de protocolo, que pode ser utilizado para acompanhar o processo tanto no site, quanto no SAC, que funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana.

Serviço:

Site DPVAT:  www.dpvatsegurodotransito.com.br

SAC DPVAT – 0800 022 12 04 - Todos os dias da semana, 24h por dia

Nenhum comentário:

Postar um comentário