segunda-feira, 18 de maio de 2015

Doe sangue... salve vidas! SindimotoSP apoia essa causa desde 2012

Em 2004, a Organização Mundial de Saúde (OMS), intitulou o dia 14 de Junho como o Dia Mundial do Doador de Sangue. O objetivo foi homenagear e agradecer os doadores que ajudam a salvar vidas diariamente e, a cada ano, um país diferente é anfitrião do Dia Mundial do Doador de Sangue.

A OMS promove também este ano a campanha “Pintando o Mundo de Vermelho”. O objetivo da campanha é conscientizar, por meio de ações culturais, a importância e a necessidade de hemocomponentes seguros para a população e agradecer aqueles que salvam vidas através do ato de doar sangue.

Conforme um documento da OMS, em todo o mundo são obtidas mais de 81 milhões de unidades de sangue por ano, mas apenas 27 milhões dessas unidades são coletadas em países de média e baixa renda, onde vive 82% da população mundial. Outro problema é que nos países de renda baixa e média, mais de 43% das doações efetuadas por novos doadores provêm ainda de doadores pagos ou de familiares de pacientes que o fazem como reposição.

No mundo, os doadores regulares de sangue, voluntários e não remunerados – que doam pelo menos duas vezes ao ano – fornecem nesse período 37,6 milhões de unidades de sangue, 89% desse total é obtido em países de rendas altas. Uma única doação pode salvar a vida de até 4 pessoas.

Em São Paulo... desde 2012 SindimotoSP apoia campanhas de doação de sangue

Na Campanha Eu dou Sangue por São Paulo, o SindimotoSP levou quase 100 motociclistas profissionais para doar sangue no Hemocentro de SP. Na Campanha Motoboy Sangue Bom, o sindicato dos motociclistas profissionais também divulga os dias de coleta em todas as redes sociais e mailing.


Presidente Gil leva dezenas de motociclistas profissionais para doar sangue.
Clique aqui e veja mais imagens
Como doar

Na triagem de doadores, a Fundação Pró-Sangue obedece a normas nacionais e internacionais, como as do Ministério da Saúde, Associação Americana e Conselho Europeu de Bancos de Sangue. O alto rigor no cumprimento dessas normas visa oferecer segurança e proteção ao receptor e ao doador. Abaixo estão listados os requisitos básicos e alguns dos principais impedimentos temporários e definitivos para doação de sangue. No entanto, esta lista não esgota os motivos de impedimentos para doação, de forma que outras informações prestadas por você durante a triagem clínica serão consideradas para definir se está apto para doar sangue nesse momento.

Requisitos básicos

» Estar em boas condições de saúde.
» Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos precisam preencher formulário de autorização).
» Pesar no mínimo 50kg.
» Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas).
» Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação).
» Apresentar documento original com foto emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).

Impedimentos temporários

» Resfriado: aguardar 7 dias após desaparecimento dos sintomas.
» Gravidez
» 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana.
» Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses).
» Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação.
» Tatuagem nos últimos 12 meses.
» Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses.

Impedimentos definitivos

» Hepatite após os 11 anos de idade. *
» Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas.
» Uso de drogas ilícitas injetáveis.
» Malária.

Que tal comemorar essa data salvando vidas? Doe sangue e ajude!

Em www.prosangue.sp.gov.br/doação/enderecos.aspx você confere os locais para doação em SP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário