terça-feira, 24 de março de 2015

DetranSP faz alerta sobre o emplacamento de motos em todo o Estado

Motociclista deve realizar o serviço somente nas unidades de trânsito ou nas empresas credenciadas. As taxas são pagas exclusivamente na rede bancária. 

O DetranSP vem alertando e orientando os motociclistas em relação ao emplacamento de motos que devem ser realizados somente nas unidades de trânsito ou nos postos de lacração autorizados, indicados e credenciados pela autarquia.

De acordo com o Código Brasileiro de Trânsito (CTB), conduzir o veículo com o lacre, a inscrição do chassi, o selo, a placa ou qualquer outro elemento de identificação violado ou falsificado acarreta infração gravíssima, multa (R$ 191,54 e 7 pontos), apreensão (de 1 a 10 dias) e remoção da motocicleta para o pátio público. Portar no veículo placas de identificação em desacordo com as especificações e modelos estabelecidos pelo Conselho Nacional de Trânsito também poderá gerar infração média, multa (R$ 85,13 e 4 pontos), retenção do veículo para regularização e apreensão das placas irregulares.

A taxa oficial do emplacamento é R$ 88,40 e, para quem opta por fazer o serviço nas concessionárias paga R$ 150,81. A taxa dá direito a um par de placas e deve ser paga nos bancos credenciados. Não há qualquer pagamento adicional a nenhum prestador de serviço do Detran.SP.

“Nosso papel é alertar os motoristas sobre possíveis serviços ilegais oferecidos no emplacamento dos veículos. Todos precisam contribuir para a segurança viária denunciando irregularidades”, destaca o diretor-presidente do Detran.SP, Daniel Annenberg.

Crime - Para o indivíduo que adulterar ou remarcar número de chassi ou qualquer sinal identificador de veículo automotor, de seu componente ou equipamento, o Código Penal estabelece uma pena de reclusão de três a seis anos e multa.

Formato mais seguro de placas - Desde agosto do ano passado, os veículos emplacados no Estado de São Paulo passaram a ter lacres plásticos rastreáveis, com numeração única de série formada por nove dígitos gravada a laser.

Os dados dos lacres e a numeração do código de barras das placas estão inseridos em sistema informatizado do Detran.SP, o que reduz a possibilidade de adulteração e aumenta a segurança na identificação dos veículos.

Mais informações, acesse o portal www.detran.sp.gov.br na área Atendimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário