sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Governo estadual criará programa de proteção para profissionais do motofrete

Objetivo é reduzir acidentes e melhorar as perspectivas de trabalho para o motofretista, bem como colaborar no esforço de vários países, liderados pela ONU, em diminuir os acidentes de trânsito que matam mais que guerras civis, por exemplo.
O governador Geraldo Alckmin esteve reunido no mês de julho com os secretários Júlio Semeghini (Planejamento), Fernando Grella (Segurança) e Wilson Pollara (Saúde), a Dra Neiva Doretto (diretora-Presidente do Detran.SP), além das instituições Abramet, SindimotoSP, Sindauto, Sindmaesp e outras, para discutir propostas de formulação de um programa que contribua com a "Década de Segurança" implantado pela ONU e que o Brasil é participante, voltado a contribuir com a redução dos acidentes e mortes envolvendo os motociclistas e profissionais do motofrete. 
O comando do programa ficará a cargo do secretário Júlio Semeghini. O DetranSP que vem inovando em seu novo modelo de gestão, disponibilizará toda equipe para criar o melhor programa do Pais. 
Com isso, mais uma vez São Paulo sai na frente, inclusive com o apoio do SindimotoSP que vem discutindo e apresentando projetos para o poder público com estes objetivos. "Os pilares são os mesmos da “Década de Segurança 2011 -2020” implantada pela ONU, como educação, saúde, gestão pública, fiscalização, segurança viária e veicular, diz Gilberto Almeida dos Santos, o Gil, presidente do SindimotoSP.
O que é a “Década de Ações de Segurança do Trânsito 2011-2020”

Lançada pela ONU em 2011, adotada pelo Brasil, a Década criou um contexto favorável à mobilização espontânea de muitos estados e municípios e está se tornando a maior referência no país em matéria de combate aos acidentes de trânsito. O grande número e a variedade das ações de segurança necessárias requerem uma organização rigorosa. Um modelo de Plano Nacional de Ação foi sugerido pela ONU. Várias propostas de adaptação deste modelo à realidade brasileira foram feitas em 2011.


Esq/dir: Dra Neiva Doretto, Gilberto Almeida dos Santos, Geraldo Alckmin, Rodrigo Silva e Dra Yara Marques.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário