quinta-feira, 19 de junho de 2014

Dilma Roussef sanciona Lei de Periculosidade para motofretista e mototaxista

Agora, quem trabalha como motofretista e mototaxista em todo País, receberá adicional de 30% no salário-base porque a profissão passou a ser considerada uma atividade perigosa.

A lei foi assinada ontem (18/6) em uma cerimônia no Palácio do Planalto que contou com a participação de ministros, senadores, deputados federais, sindicatos e centrais sindicais de vários estados, além do próprio SindimotoSP, que representou todos os sindimotos do Brasil. 

“Esse dinheiro que virá com a periculosidade servirá para o motofretista e mototaxista investir em segurança e qualificação, assim como aumentar o rendimento dos profissionais do setor”, comemorou Gilberto Almeida do Santos, o Gil, presidente do SindimotoSP.

Na ocasião da assinatura, Gil entregou um kit contendo capacete e um colete (ambos padronizados) para a própria presidenta Dilma e outro para o senador Marcelo Crivela, autor do projeto.




Para ver a reportagem do Jornal Nacional, clique aqui.



Nenhum comentário:

Postar um comentário