quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Mais um não!

Companheiros, depois de falarmos com vários órgãos públicos e insistirmos na mudança da Lei que fala sobre a fiscalização de viseira em motocicletas, recebemos mais um não.

De fato, nossos intuito é salvaguardar (e lutar) pelos direitos dos motofretistas que, ao tomarem essa multa de viseira levantada, não podem fazer o Curso de 30 Horas, o que os impedem de trabalhar.


Lembramos que não somos contra à lei, mas entendemos que há uma punição que não leva em conta que o motofretista está com o equipamento, não devendo tomar a multa gravíssima e sim, uma menor, que o possibilite de fazer o curso e continuar levando o sustento para casa.

Continuaremos insistindo.
Abaixo, a resposta.
Gil

Clique aqui e confira o ofício na íntegra

Nenhum comentário:

Postar um comentário